blizzard,  blizzcon,  diablo,  diablo immortal,  entrevista

Blizzcon 2021: Entrevista sobre Diablo Immortal

Kristopher Zierhut e Caleb Arseneaux foram os anfitriões, da equipe de Diablo Immmortal, que nos receberam na entrevista coletiva da Blizzcon. Tivemos um grande bate papo sobre o andamento do jogo mobile da franquia tão famosa de Diablo.

A equipe comentou, em relação ao suporte a controle, que isso é algo muito grande e que estão estudando, procurando opções, pois para fazer tem que deixar a jogabilidade igual para todos, sem dar vantagens a acessórios. A vantagem deste game é estar em grupo, caçando os demônios e em qualquer lugar, a qualquer hora. Tudo isso e ainda levando em conta que você joga o tempo que tem, pela facilidade do jogo estar sempre com você, em seu celular.

O foco da equipe é na jogabilidade, então, não espere por propagandas pop up, a equipe declarou que não tem esse intuito. A fonte de renda do jogo vem das gemas lendárias, que é o que chamaríamos de “pagar para ir mais rápido” (pay to go fast), pois os itens que se consegue com as gemas, podem ser conseguidos sem pagá-las em moeda real.

No momento a jogabilidade para Android e IOS está igual, com as mesmas especificações técnicas, qualidades gráficas. O consumo da bateria foi avaliado como gasto médio para qualquer outro jogo para mobile, e a qualidade gráfica e as otimizações podem ser modificadas de acordo com a necessidade. Além disso, afirmaram que o jogo tem foco em mobile, exclusivamente.

Anúncio

A equipe pôde falar sobre o anúncio do jogo feito na Blizzcon, edição de 2018, que se transformou em crítica pelos jogadores. Esse sentimento apareceu especialmente pelos fãs de Diablo, que esperavam um novo jogo para PC e ficaram muito desapontados. Eles afirmaram não saber se tinha uma outra maneira de ter feito esse anúncio. Eles acreditam que se o anúncio fosse de Diablo IV e o Immortal juntos, teria sido mais tranquilo.

Projetos para o futuro

Depois do lançamento, que ainda não tem data prevista, a equipe pretende lançar mais classes, para deixar o jogo mais incrementado. Além disso, existem grandes chances de termos a localização de vozes e textos, como os outros jogos da Blizzard tem, o mesmo suporte.

Escolho Druida em qualquer jogo, sem pensar duas vezes. Sou jornalista de formação e de coração, e descobri aqui, neste Mundo de Eluna, meu cantinho para desenvolver textos gamers e com outros assuntos que gosto. Peguei ranque legend em HS, já fiz 12 wins na arena, e continuo procurando raides no WOW quando dá tempo.