Hearthstone

TopDeck: Caçador Híbrido do Orange

Jon Westberg, mais conhecido como Orange, é um jogador de Hearthstone que está há anos em destaque. No próximo final de semana ele vai participar do HCT em Los Angeles e, antes disso, ele resolveu brincar de jogar de caçador.

E não é que o deck rendeu?

“Escalei pra caramba com Caçador hoje na live. Acho que essa lista tem muito potencial. Especialmente virei um grande fã das Hidras agora.”

DisguisedToast foi outro que andou brincando de Caçador e se deu bem, chegando em Lenda com uma outra lista, do Asmodai.

“Pegando lenda com Caçador em 2017. Valeu pela lista Asmodai!”

Caçador é uma das classes mais bacanas para entender muitas mecânicas do jogo, dar valor as trocas, perceber a hora de “ir face” para ganhar um jogo e por ai vai. Além de ser extremamente divertido de jogar! 😛

Deck

Código

AAECAR8E8gXFCJG8AqbOAg2oArUD5QfrB5cI7Qn+DLm0Auq7Aq/CAuTCAo7DAtfNAgA=

Conceito

Como boa parte dos decks midrange, o objetivo deste é jogar lacaios cada vez maiores “na curva” (de mana disponível) e tirar vantagem nas trocas na mesa.

O Caçador sai na frente nesse quesito (de tirar vantagem), graças as várias ferramentas de sinergia, principalmente com feras, que a classe possui. E ele tem algo a mais, um botão escrito “clique aqui e cause dois de dano no oponente”. A pressão crescente dos lacaios e esse botãozinho mágico fazem do deck uma máquina de causar dano. É tanto dano que muitas classes não conseguem aguentar coff coff Ladino, outras dependem de respostas imediatas e outras você depende da internet deles cair.

Basicamente, seu objetivo no jogo é jogar lacaios em todos os turnos que você conseguir e, sempre que possível, apertar o botão de causar dano. Cuidado com remoções do oponente, tente fazer ele gastar em lacaios menos importantes – e busque sempre deixar algo na mão para o caso de remoções em massa (e para blefar um [Comando para Matar] no final do jogo).

Cartas de Destaque

[Gato de Rua] – Jogar um lacaio no turno um é bom. Jogar dois é melhor ainda. Jogar duas feras, em um deck de Caçador… ‘mais melhor de bom ainda’. Se tiver um [Rasgaqueixo Eletrizado] já na mão pro turno dois… já pode mandar o “Bem Jogado”.
[Rasgaqueixo Eletrizado] – Adaptar suas feras em um deck recheado delas é muito bom! Seja fúria dos ventos numa Hidra ou num Huffer, seja escudo divino para fazer uma troca boa ou até mesmo toque venenoso para se livrar de alguma coisa chata do oponente. A versatilidade desta carta é o que faz dela algo tão especial. Se já não fosse isso, ela também é uma fera.
[Rastejante de Golakka] – Tem gente que gosta de pizza, tem gente que gosta de salada… e tem caranguejos que gostam de piratas. Gosto é gosto. E em dias (metas) que apenas Bruxo, Mago e Sacerdote não usam piratas no deck, isso até que não é um mal gosto. Caindo na repetição,  já é bom pelo efeito, e ainda é uma fera!
[Comando para Matar] – Sabe todas aquelas vezes que você tinha 10 de vida, 150 lacaios com provocar na mesa… e o Caçador tem duas cartas na mão e deu ‘topdeck’ num gatinho? E quando ele jogou o gatinho, você sabia que já era… precisa falar mais? Dano direto, dano em lacaios. [Comando para Matar] é uma das cartas mais importantes do deck.
[Companheiro Animal] – Já imaginou se todos os totens de shaman fossem bons? Se fossem, eles seriam os três companheiros animais do Rexxar. Todos são bons em praticamente qualquer circunstância – principalmente o Huffer.
[Mestre de Matilha] – Dano a mais, proteção a mais ou mais valor em trocas. Sem falar que é um lacaio 4/3 de respeito. [Mestre da Matilha] faz muito estrago.
[Quebra-feitiço] – “Oh não! Meu oponente usou [Montaria Costadura]!” Quebra-Feitiço é uma ótima carta para silenciar cartas chatas, como Tirion e outros. Pode silenciar sua Hidra, seus lacaios congelados para permitir um letal e mais. Está muito boa na meta atual.
[Hidra Ondamara] – 8/8? Fera? Face? #PartiuSmorc
[Égua Esquelética] – É tipo um [Mestre de Matilha] mais poderoso e encorpado, só que buffa qualquer coisa que esteja do seu lado da mesa, não apenas feras.

E então? Bora “Hidratar” a meta?

Finalizando

“Fala galera, tá tudo sussa!” 🙁
#TheOneGamesForever

O TopDecks de hoje termina um pouco diferente. Um amigo de boa parte dos jogadores de HS brasileiros, o querido Érico “TheOneGames” foi brilhar no céu. Quando comecei a jogar Hearthstone peguei várias dicas vendo os vídeos dele. Indiquei o canal para muita, muita gente. Nesses momentos é difícil dizer algo, mas é preciso dizer alguma coisa.

Se você tem algo a dizer, e gostaria de ver a Blizzard fazendo uma homenagem para ele, foi criado um tópico no forum oficial do jogo com a idéia de reunir a comunidade brasileira, e pedirmos/darmos sugestões sobre o que pode ser feito para o Érico no jogo, seja o nome dele na Roleta ou um flavor text em alguma carta. Sugira você também através do link abaixo.

https://us.battle.net/forums/pt/hearthstone/topic/20758906073

“Bocejo” se apaixonou por Hearthstone em julho de 2014. De lá pra cá o relacionamento ficou sério, eles decidiram morar juntos e hoje vivem felizes para sempre. Já chegou ao lenda e fez 12 wins na arena diversas vezes. Costumava dizer que para “zerar" Hearthstone só faltava ganhar do Rase… mas agora que já ganhou, só resta mesmo sonhar com o mundial (do Rase, claro).