Boletim do Meta – Druida

O Boletim sobre o Meta 124 de Hearthstone semanal para Druida, com base nos dados do Vicious Syndicate, está no ar.

Druida Token está consistente devido sua gama balanceada de matchups, mas não espere ver muitos deles, até a próxima expansão pelo menos.

A lista trazida semana passada se mostrou absurdamente promissora. Dá pra fazer mesa e contestar o oponente rapidamente. Seu poder é parecido com a padrão, contra a maioria das classes, mas tem um aumento de performance muito grande contra Magos, Ladinos, Caçadores e Xamãs.

A maior fraqueza é contra o Guerreiro, que é relativamente fácil de melhorar. Troque Zilliax e Flupe Fuzubúrdio por Auxílio da Floresta, para dar longevidade no late game. Alma da Floresta é supervalorizado como carta core no Druida Token, mas é fraca em matchups lentas e não é forte contra o Guerreiro como deveria ser. Tem uma boa sinergia com Bosque dos Fogos-Fátuos, mas o Gigante do Mar é bem melhor.

Druida Token

Decks, Códigos e Mulligans

Druida Token Deck

Druida Token CL1C-CL4C
AAECAZICAooGn7cDDkDTAfcD5gXX7wKY+wL2/QKJgAOMgAO0kQPDlAPOlAPKnAPTnAMA

Druida Token Mulligans

CLASSE Druida
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Patada, Gigante do Mar e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Cacador
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Golem Colheiteiro e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Mago
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Microtécnica de Controle e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Paladin0
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Patada, Gigante do Mar e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Sacerdote
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Golem Colheiteiro, Patada e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Ladino
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Patada e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Xama
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Alma da Floresta, Gigante do Mar e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Bruxo
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Patada, Gigante do Mar e Bosque dos Fogos-Fátuos.

CLASSE Guerreiro
Porta-Esquilos, Guarda da Estrada Onírica, Mecanguru, Golem Colheiteiro e Bosque dos Fogos-Fátuos.

E estes são os decks desta semana para Druida. Tem alguma dúvida ou sugestão? Escreva nos comentários!


Boletim sobre o Meta 123 – Druida

Druida Token está em um momento decente, é um deck estável e que não tem matchups muito ruins, o que faz com que ele seja um deck viável na ranqueada.

Em termos de lista, finalmente o arquétipo parece estar se movendo. A razão, é claro, é o CL1C-CL4C, que é fantástico no Druida Token, o que encorajou a inserção de outras cartas de mech no deck.

Quando pensamos no futuro do arquétipo no novo Meta, logo vemos que não dá mais pra contar com Auxílio da Floresta + Alma da Floresta, então a combinação foi movida, para ter impacto imediato na mesa, o que melhora consideravelmente contra decks agressivos e visa bater decks mais lentos de forma mais rápida.

Uma carta que promete é o Gigante do Mar. Sua sinergia com [Bosque dos Fógos-Fátuos] é mto boa. A carta ajuda bater logo nos Xamãs e Caçadores quando a mesa está bem acirrada e pune Magos que geralmente não conseguem responder de forma efetiva.


Boletim sobre o Meta 122 – Druida

As coisas vão boas para o Druida Token, com uma gama de boas matchups bem vasta, o arquétipo é consistente na ranqueada, especialmente quando o caos está instalado no Meta. O crescimento do Caçador promoveu um Meta favorável ao Druida, já que o Token tem vantagem. Caso queira um deck que não estresse, Druida Token é uma boa pedida.

Infelizmente, o balanceamento não mudou a situação dos decks lentos da classe. Parece que não importa a quantidade de patchs, eles continuarão irrelevantes a não ser que um set de cartas fortíssimas apareça. A ‘perda’ do Crescimento Silvestre foi tão dolorida quanto a do Guerreiro, quando ‘perdeu’ o Machado de Guerra Abrasador.


Boletim sobre o Meta 121 – Druida

Tudo está quieto para o Druida. Druida Token é um bom deck e é uma escolha interessante para jogadores que não suportam a chance de cair em matchups muito ruins. É o deck menos polarizado do jogo. Por isso ainda mantém sua representação após o boom inicial. Só que como sua dominância não se cumpriu, os jogadores o abandonaram, o que não justifica em nada. Druida Token é bom.

O principal problema do Druida é a chatice. O deck principal não mudou em praticamente nada desde o primeiro dia e qualquer outro arquétipo da classe anda meio morto.


Boletim sobre o Meta 120 – Druida

Druida vem caindo, seu representante solo é o motivo disso. O que o mantém relevante, é que se trata de um deck barato e relativamente simples de se pilotar, ou seja, vemos alguns Druida Token nos ranques mais baixos, enquanto sua representação no Lenda é quase nula.

Não estamos vendo o Druida relevante por um tempo. Outros arquétipos de Druida são ‘injogáveis’ e pagam o preço por ter tido Peste Incontrolável e Infestação Total. Talvez o cenário mude com um ajuste, mas por enquanto.


Boletim sobre o Meta 119 – Druida

Druida está tentando se reestabelecer. O Token caiu muito nas últimas semanas. Infelizmente nao há muito o que falar e talvez não tenha lá muito terreno para melhorar. Portal do Canto Cristalino não é uma carta excepcional, mas faz diferença. Marca do Loa é ótimo, mas os lacaios que estão como alternativa não são lá grande coisa.

As outras estratégias de Druida estão bem ausentes. O deck Heal é fraco, e Guerreiros e Ladinos não ligam pra cura. Já o Malygos é apenas um relance do que já foi. Até um novo Crescimento Silvestre vir, o ciclo do Druida Malygos pode estar fechado.


Boletim sobre o Meta 118 – Druida

Druida Token não teve uma boa semana e foi vítima de sua própria popularidade. O meta mudou e os decks usaram techs para punir mesa cheia como Leque de Facas no Ladino Tempo e Segurança de Multidão no Mago Conjurador, o que o afetou severamente.

Como resultado, Druida Token caiu em popularidade e winrate. É um bom deck, mas não tem nada tão impressionante. Há alguns experimentos e por enquanto todos falharam, como um pacote de cura no Token. A presença do deck no Meta se dará diretamente às techs que vão rodar para batê-lo.

Outros arquétipos de Druida precisam ser minimamente refinados para serem jogáveis. Não conseguem lidar com mesas grandes, nem grandes ameaças. Caçadores, Magos e Ladinos simplesmente passam por cima de qualquer Druida mais lento.


Boletim sobre o Meta 117 – Druida

Druida está ótimo, obrigado. |Graças ao sucesso do deck Token, a classe se estabeleceu nessa primeira semana no top três. A gama de matchups interessantes para o deck é enorme, e o arquétipo pode figurar entre os melhores do Meta atual. Atualmente podemos considerar a escolha mais segura para subir na ranqueada.

A chave do Druida Token se sair bem contra qualquer oponente repousa em duas cartas. Bosque dos Fogos-Fátuos e Auxílio da Floresta. Elas fazem qualquer oponente passar por apuros, principalmente Auxílio da Floresta, que traz outra cópia ao ser usada e pode ser o grande trunfo contra o Guerreiro.

Portal do Canto Cristalino não é poderoso como se esperava, mas pode ser bastante relevante no late game. Ainda não vimos motivo porque desviar da lista dos primeiros dias de Meta. 

Outros arquétipos como Druida Malygos estão completamente desaparecidos e mesmo o Druida Cura tem cartas fortes, mas é fraco demais para causar problemas. 

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.