Boletim do Meta – Druida

O Boletim sobre o Meta 136 de Hearthstone semanal para Druida, com base nos dados do Vicious Syndicate, está no ar.

A introdução de Imperador Thaurissan deu a possibilidade dos jogadores voltarem a utilizar o Malygos no Druida Quest. Ainda sim, é a variação mais fraca, se comparada com a lista com Chef Nomi. A popularidade do Malygos foi tão alta que a taxa de vitórias da classe caiu horrores.

Outra alternativa viável é usar Banqueiro Perverso para criar um combo infinito com Elise, a Iluminada e criar cópias infinitas com Kun, o Rei Esquecido.

Como esperado, Kun, o Rei Esquecido foi uma adição tremenda ao arquétipo, é insano acreditar que uma carta com zero de mana 7/7 lhe dá ainda dez de armadura, junto ao Flupe FuzubúrdioElise, a Iluminada, só vem.

Druida Quest

Decks, Códigos e Mulligans

Druida Quest Deck

Druida Quest Elise
AAECAZICCCSu0gL1/ALSmQP4oQP0ogP8owPV0gMLQFZf/gHEBr/yAqmiA8iiA9yiA++iA9mpAwA=

Druida Quest Mulligans

CLASSE Druida
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Nutrir e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Cacador
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Mago
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Nutrir e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Paladin0
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Sacerdote
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira, Druidesa-de-Guerra Loti e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Ladino
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Xama
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira, Chuva Estelar e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Bruxo
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira, Chuva Estelar e Irrompedor do Oásis.

CLASSE Guerreiro
Potencial Inexplorado, Mercadora de Cristal, Ira, Nutrir e Irrompedor do Oásis.

E estes são os decks desta semana para Druida. Tem alguma dúvida ou sugestão? Escreva nos comentários!


Boletim sobre o Meta 135 de Hearthstone semanal para Druida

Druida Quest está estagnadíssimo, não se moveu em nada tem duas semanas, seja em jogabilidade, popularidade ou lista. As listas se dividem entre a variação Chef Nomi ou Rei Phaoris e a variação com Malygos, que é bem mais fraca.

Uma questão interessante é saber como o Druida Quest ficará quando as cartas do Wild forem reintroduzidas no formato e quais serão de Escolha Um.


Boletim sobre o Meta 134 de Hearthstone semanal para Druida

Druida Quest é bem forte. Tem sua fraqueza bem definida (decks que enchem a mesa muito cedo), mas a pressão do midgame dele é fortíssima, o que fatalmente, na maioria dos casos, define a partida a seu favor.

Muito se fala do nerf no Braços Extras e o maior beneficiado dele é o Druida. Sua performance contra os outros decks do Meta é impressionante e isso explica do porque do Druida Quest ser o melhor deck de torneios, já que dá para banir Sacerdote.

Boa parte dos jogadores considera Druida Quest um deck midrange, mas se comporta como um deck mais “Controle”. Seu late game acontece no turno cinco ou seis. É engraçado, porque o comportamento se parece muito com o Ladino Quest do imortal Cavernas nas Profundezas, em seu estilo de jogo, porém o Druida tem um arquétipo mais balanceado.

Uma coisa é certa, o núcleo para outras estratégias de late game para o Druida já está consolidado com o set atual e, pelo menos para esta classe, Salvadores de Uldum tem sido incrível.


Boletim sobre o Meta 133 de Hearthstone semanal para Druida

Druida Quest está em um momento similar ao que  estava na última semana. Se beneficia com o monte de Xamã Quest na ladder, e sofre com o Sacerdote Combo. É um excelente deck, mas não é o melhor.

O que foi dito sobre as listas continua relevante atualmente. Houve um aumento leve nas variações de Malygos, levado pelas suas aparições em torneio. Mas na ranqueada não faz sentido algum, já que nos torneios os jogadores buscam ter vantagens contra as listas com Chef Nomi e só é favorável sem Caçador por perto.


Boletim sobre o Meta 132 de Hearthstone semanal para Druida

Druida Quest pode ter problemas em breve, o problema se chama Sacerdote Combo. Druida Quest se dá bem contra Guerreiro, Xamã e Caçador, mas contra o Sacerdote a dificuldade é absurda graças ao potencial de finalizar a partida cedo.

As listas do arquétipo estão homogêneas e apenas uma ou outra diferença será abordada aqui:

  1. Rei PhaorisChef Nomi, e Elise, a Iluminada são as condições de vitória do deck. 
  2. Rode dois deles normalmente, rodar os três é desnecessário.
  3. Rei Phaoris é o único que pode ficar sozinho como condição de vitória
  4. Elise, a Iluminada dá um valor absurdo em partidas lentas (duas Chef Nomi que o diga). Ela funciona muito bem contra o Guerreiro Controle e parece que este será o futuro do arquétipo já que alguns arquétipos agressivos começam a declinar.
  5. Mago Sangrento Thalnos é excelente contra Sacerdote e contra decks agressivos. Poder da Selva é bom quando você precisa tomar a iniciativa e roda Rei Phaoris.

Boletim sobre o Meta 131 – Druida

Foi um patch dos sonhos para o Druida Quest? Com certeza. Agora é um dos decks mais fortes do formato no momento. Mesmo tendo counters notáveis como Paladino, Sacerdote e Bruxo, ele é um paraíso se comparado com a Galáxia Portátil de Luna custando cinco manas ou Braços Extras a dois.

Muitos experimentos estão sendo feitos com o Druida Quest e hoje tem duas abordagens que diferem em três slots.

A primeira variação roda Rei PhaorisPoder da Selva e é mais rápido e foca em pressão dos oponentes no early e ainda tem a Chef Nomi no fim do jogo caso não seja suficiente. Essa abordagem é ótima contra decks mais rápidos e mais recomendada na ranqueada.

A segunda variação tem Elise, a IluminadaZéfiro, o Grande e foca exclusivamente na condição de vitória da Chef Nomi. Essa abordagem funciona melhor contra decks lentos. Acreditamos que Chef Nomi é importantíssima na ranqueada e deve se tornar essencial se o Meta convergir para essa trajetória.

Algumas observações precisam ser feitas, uma delas é que Mago Sangrento Thalnos atualmente é subestimada e deve ver mais jogo, graças a sua sinergia com Patada Chuva EstelarABEEELHAAAS!!! por sua vez é superestimada já que não ajuda tanto nas matchups rápidas e é carta morta nas lentas. 


Boletim sobre o Meta 130 – Druida

Os jogadores estão começando a perder a fé no Druida, já que não consegue lidar com as melhores classes do formato no momento. Outra semana de desconfiança na classe, mas com a certeza de qual variação de Druida Quest usar.

Chef Nomi é melhor que Malygos, já que a condição de vitória do Dragão é bem mais complexa e envolvem mais peças. A lista do Abar roda Garras ao invés de Patada. Garras é uma ótima carta pelos mesmos motivos já ditos antes da expansão começar. É barato, é uma remoção de early interessante e ainda ajuda a completar a Quest.


Boletim sobre o Meta 129 – Druida

Druida teve uma semana difícil e busca sua identidade. Sua Quest parece bem forte, mas é difícil encontrar a melhor condição de vitória. Parece que o ‘Escolha Um’ buffado não é o suficiente.

Existem duas condições de vitória principal, com Malygos ou com Chef Nomi e Rei Phaoris. Ambos requerem Elise, a Iluminada para melhorar a partida contra Guerreiro.

A condição de vitória com Malygos, Florista Utopétala e Fogo Lunar tem como objetivo baratear o Malygos, e usar Flupe Fuzubúrdio e Fogo Lunar para finalizar o jogo. A condição de vitória com Chef Nomi, Cenarius e Rei Phaoris funciona de forma mais simples, pode-se jogar Rei Phaoris e Cenarius antes, para forçar remoção, copiando Flupe Fuzubúrdio com Elise, a Iluminada. Isso significa que quatro Chef Nomi estão a caminho. É uma condição de vitória mais acertada contra Guerreiros que não conseguem limpar tudo sempre.

Druida Combo Quest foca em compra de cartas, remoção e muito cuidado pra não queimar cartas. Os jogadores não estão lá muito empolgados com Druida Token, o arquétipo não é a pior coisa do mundo, mas é longe de ser uma maravilha. É interessante ver Transbordo tirando vantagem das Gnomida de Jardim, mas nada que chegue a empolgar.

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.