Hearthstone

Boletim do Meta 35 – Tenho que escolher!

Guerreiro e Ladino foram os grandes vencedores da expansão, emplacando dois arquétipos poderosos: Guerreiro Provocar e Ladino Quest. Quem dá as cartas ainda é o Guerreiro Pirata, e junto com o Ladino Miracle, esses quatro comandam esse começo de Meta ainda não refinado. Vemos uma prevalência muito grande desses decks nos ranks mais altos, mas o Meta no rank lendário é bem diverso, com os jogadores livres para experimentar. Mas com a chegada do final do mês, as escolhas mais fortes são feitas para garantir alguns pontinhos a mais.

O Caçador foi uma classe esquecida durante quatro meses e, nesse início de Meta está aparecendo. Praticamente a maioria dos Caçadores tem um esqueleto Midrange, no entanto há uma diversidade na construção da lista.

Mago tem uma historia curiosa. Nos ranks mais baixos, os jogadores utilizam mais o Mago Exodia, mas, no rank Lendário, Mago Congelante se estabeleceu como arquétipo dominante. As taxas de Mago Congelante se dão em resposta ao Meta infestado de Ladinos. A rotação da [Lança de Gelo] machucou o Mago Congelante, porém, recebeu em compensação as peças disponíveis mais poderosas. Também vemos Magos Agressivos estabelecendo-se no Meta e outros arquétipos tomando forma. A classe está diversificada e tem um baita potencial.

Paladino está em um lugar similar ao Mago, a classe também tem muita diversidade. As listas Midrange trazem um pacote Murloc, mas também existem. O Paladino Murloc é muito mais agressivo e usa a sinergia de forma absurda em jogadas de all-in, é relativamente nova no Meta.  Mesmo Paladino Controle e o Paladino Elemental, esse último com um pacote de buffers, tem visto jogo. A classe que não tinha identidade antes da expansão, agora encontrou algumas, nas crateras de Un’Goro.

Druida saiu de um arquétipo com late game infinito e muito valor, o Druida Jade, para agora ser representado principalmente pelo super agressivo, Druida Token. O segundo arquétipo mais popular é o Druida Ramp, que tem uma sombra do Druida Astral no sentido de procurar rampar o mais rápido possível para colocar seus lacaios pesados. O Druida Jade continua por aí, porém em um número muito menor.

Sacerdote é uma classe em caos, e isso não é necessariamente ruim. A classe tem arquétipos muito interessantes. Sacerdote Miracle está engatinhando, se comparado com os outros arquétipos em termos de refinamento. Sacerdote Purificar também deu as caras. Sacerdote Dragão, que parecia que seria extinto na rotação, encontrou uma maneira de sobreviver.

Já a classe dominante do ano do Kraken, o Xamã, está entre as menos jogadas atualmente. Xamã Elemental tem potencial para ser o arquétipo dominante, mas falhou em se tornar real, pelo menos por enquanto. Estamos vendo poucos Xamã Jade e uma porção ainda menor de Xamã Agressivo, com características novas: Flood de token com finalização com [Sede de Sangue]. O Xamã Murloc Quest, assim como muitas que chegaram na expansão, foram abandonadas nos ranks mais altos.

Bruxo é a classe menos jogada no jogo atualmente. A classe sofre para estabelecer-se no Meta de Un’Goro. Bruxo Zoo está sendo ultrapassado por decks mais resilientes, enquanto o Handlock não pode colocar um dedinho fora da cura disponível, ou seja, com o passar do tempo o poder heroico se torna inimigo se as cartas resolvem não vir.

Os dados usados nesta analise são do site Vicious Syndicate. Foram 140 mil jogos analisados, sendo 11 mil no rank lendário, 53 mil entre os ranks 1-5 e 35 mil entre os ranks 6-10.

Veja abaixo o Mulligans e Decks para cada classe

Lembrem-se, Segunda-feira é dia de BOLETIM DO META. Já na Terça-feira temos a TIER LIST. Para os que gostam de CAMPEONATOS, na quarta-feira publicamos as listas dos que vão rolar durante a semana. E sexta-feira é dia de relaxar com o Café com Blizz, onde contamos as histórias dos personagens e lugares de Hearthstone/Warcraft, cada semana uma novidade!

CLASSE Druida CLASSE Cacador CLASSE Mago

CLASSE Paladin0 CLASSE Sacerdote CLASSE Ladino

CLASSE Xama CLASSE Bruxo CLASSE Guerreiro

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.