Hearthstone

TopDecksWild 05 – Xamã Par

Xamã tem apresentado fortes decks no modo Padrão, como o Par e o Calafrarte, por exemplo. Não poderia ser diferente no Livre. Nesse TopDecksWild, falaremos do Xamã Par.

Naturalmente há diferenças entre os decks dos modos, devido ao fato das rotações das expansões. Isso faz com que ele seja mais forte ainda no modo Livre.

O deck tem demonstrado ótimos resultados nas partidas ranqueadas. Muito forte e consistente e é um dos counters do Druida Alinhador Astral, que é outro deck muito forte.

Jogando com o Xamã Par

Xamã Par é um deck Midrange, que possui grande capacidade de encher a mesa com vários lacaios. Isso é facilitado devido ao fato de seu poder heroico custar um e de ter várias cartas de custo baixo. Isso proporciona também um início de jogo facilitado também. Tudo isso, aliado aos lacaios que buffam a mesa, como [Totem de Labaredas] e [Lobo Hediondo Alfa], te ajudam a fazer trocas favoráveis ou até mesmo causar dano direto ao oponente mais facilmente.

[Enguia Faischarco] é uma carta extremante forte, com status altos e que ainda causa dois de dano ao entrar em campo. [Golem Totêmico] e [Sem-rosto Envolto em Chamas] também exemplificam bem o quão forte pode ser o início do jogo do Xamã Par. Cartas extremante fortes para a curva, mesmo tendo sobrecarga, são complicadas de lidar, por terem muita vida.

Além de ter lacaios muito fortes, contamos ainda com os Golens de Jade. Essas criaturas são geradas pelas cartas [Garras de Jade], [Raio Jade] e [Aya Patanegra], e vão aumentando seus status em +1/+1 para cada golem evocado. As cartas já são bem fortes por si só e ainda geram mais um criatura para povoar a mesa. Temos [Criatura das Profundezas], que pode entrar em campo custando 0. E com a mesa cheia você pode descer o [Gigante do Mar] bem barato e causar muito dano.

Dicas

É um deck relativamente bom contra agro, porém é interessante sempre analisar as possibilidades de troca contra esse tipo de baralho. É muito importante ter o controle da mesa, para não virar um bola de neve e não conseguir lidar depois, já que você só tem [Portal da Voragem] como remoção em área. No mulligan é bom buscar o portal e a [Enguia Faischarco], porque são cartas que permitem conseguir o controle do board desde cedo.

Já o arquétipo controle, não é dos melhores decks para enfrentar. Sua principal condição de vitória é conseguir dar muito dano com seus lacaios, e decks controles geralmente possuem muitas cartas de dano em área. Se você estiver encontrando muitos decks controles é interessante colocar a [Hagatha, a Bruxa] no lugar de um [Portal da Voragem], para tentar tirar proveito dos feitiços gerados. Mas é importante ver a situação em que se encontra, porque ela pode matar todos os seus lacaio no campo.

Contra decks Combo, Xamã Par tem uma certa vantagem, porque geralmente eles não tem muitas respostas para a quantidade de lacaios no campo.

Deck

[Enguia Faischarco] x 2
[Estalar] x 2
[Garras de Jade] x 2
[Golem Totêmico] x 2
[Involução] x 2
[Lobo Hediondo Alfa] x 2
[Portal da Voragem] x 2
[Totem de Labaredas] x 2
[Totem Pinaprimeva]
[Entalhadora de Totens] x 2
[Raio Jade] x 2
[Sem-rosto Envolto em Chamas] x 2
[Aya Patanegra]
[Criatura das Profundezas] x 2
[Genn Greymane]
[O Lich Rei]
[Gigante do Mar] x 2

Código
AAEBAaoIBJS9ApHBAsLOAs30Ag3TAdkH8AfWD7IUtRT3qgL7qgKgtgKHvALRvAL2vQKU7wIA

Jogo wild desde que lançou o modo. Tenho preferência pelos decks do tier zoeira, mas quando tem necessidade uso os do meta para avançar na ladder.