#Hearthstone,  Card Game,  Cards,  carta,  Deck,  guia,  Hearthstone,  HS,  modo padrão,  semanal,  tutorial

TopDecks #164 – Caçador Dragões do 白给雷霸霸

Não é toda hora que temos uma lista vinda dos servidores chineses de Hearthstone, mas Caçador Dragões tem feito alguns belos estragos no jogo com sua mais nova ferramenta, um tal de Draco Putrinicho.

 

“Meu amigo 白给雷霸霸 fez live hoje com este deck forte e finalmente pegou rank 5 (lenda).”

Bora descobrir o que tem nessa belezinha!

Deck

2x (1) Anão Atirador de Elite
2x (1) Garrataque
2x (1) Maga de Batalha Fulgurante
2x (2) Dragoleta
2x (2) Mandingueira Árvore-de-Fogo
2x (2) Peixe-Voador Saboroso
2x (2) Sopro Corrosivo
2x (3) Cavalgante das Escamas
2x (3) Exploradora Primordial
2x (3) Martelo da Tempestade
2x (4) Asetérea Evasiva
1x (4) Ruína Dragônica
2x (5) Draco Putrinicho
1x (5) Dragonete Grandão
1x (5) Leeroy Jenkins
2x (5) Valentona Pistoleira
1x (6) Veranes

Código

AAECAa/XAwSvBIewA+ewA9iyAw3hBKCFA+iJA4qtA4utA/muA6ivA/yvA/6vA/+wA4exA8O2A6+3AwA=

Conceito

A ideia é usar seus lacaios e poder heroico para colocar pressão no oponente. Os Dragões tem um belo corpo para trocas e para causar dano. Os Gritos de Guerra das cartas também ajudam um bocado, principalmente com a inclusão de cartas novas de Despontar dos Dragões e de Despertar de Galakrond.

Lembre-se sempre que Caçador geralmente tem dificuldade para retomar a mesa, então é importante ter lacaios e focar em ter o domínio na mesa no início do jogo para poder ter a iniciativa do dano ao longo dele. O deck tem muito potencial de dano, mas é essencial colocar pressão no oponente. Sempre que puder causar dano, cause! Se uma troca vai te possibilitar causar mais dano no próximo turno, ok… senão: cause dano!

Além disso, seu Poder Heroico causa dois de dano! Não tenha receio de jogar Leeroy mesmo que você não tenha letal. Se você for ganhar o jogo com o poder heroico em um turno ou dois, vale a pena.

Agora vamos dar uma olhada nas…

Cartas de Destaque

 

 

Anão Atirador de Elite – Daquelas cartas que o oponente vê e se desespera, pois precisa tirar logo da mesa. Excelente para ter na mão inicial e pode ser bem útil ao longo do jogo também.

 

 

 

Garrataque – Ótimo para trocas com lacaios menores ou “nos minutos finais de vida”. Também é excelente junto ao Grito de Guerra do Veranes.

 

 

 

Dragoleta – Além de ser um Dragão e ativar várias cartas do deck, não poder ser alvo de magias é uma bela característica para se ter hoje em dia.

 

 

 

Mandingueira Árvore-de-Fogo – Descobrir feitiços é sempre útil, seja para causar mais dano, controlar a mesa ou ‘memezar’ geral!

 

 

 

Sopro Corrosivo – Ter um Dragão na mão é bem comum para o deck e esses três de dano fazem diferença quando você coloca pressão no adversário.

 

 

 

Cavalgante das Escamas – Pagar três manas para um lacaio 3/3 é ok, mas causar os dois de dano é ótimo!

 

 

Exploradora Primordial – Nada como um Dragãozinho com Venenoso pra bagunçar os planos do oponente… Ah! E tem Descubra um Dragão ainda por cima! Inclusão certa!

 

 

Martelo da Tempestade – É impressionante o quanto ter uma arma “que não acaba nunca” é bacana. Se você conseguir bater algumas vezes, digamos quatro vezes, no oponente com uma dessas belezinhas, já são 12 de dano! Fortíssima!

 

 

 

Asetérea Evasiva – A “Dragoleta crescida”. Bora!

 

 

 

Ruína Dragônica – Não é essencial no deck, mas os cinco de dano a um inimigo podem ser uma bela fonte de “alcance” a mais para dar aquele letal.

 

 

 

Draco Putrinicho – Além de ter um corpinho sarado e definido para cinco manas, seu Grito de Guerra é capaz de mudar totalmente o cenário do jogo. Essencial!

 

 

 

Leeroy Jenkins – Porque letal de verdade tem que ter: Leroooooooooooo…..yyyyyy… JEEENKINS!

 

 

Valentona Pistoleira – Outra nova adição ótima ao cardpool. Com tantas cartas com Grito de Guerra no meta atual, ela é capaz de acabar com os planos malignos do seu oponente. Galakronds, por exemplo, vão custar cinco a mais e por ai vai… essa carta é capaz de dar vitórias muito, muito fáceis.

 

 

 

Veranes – Porque oponente bom é oponente com lacaios com um de vida para abrir espaço pra face logo, né não?! Bora matar esses inimigos!


Por hoje é isso galera! Até o próximo TopDecks!

“Bocejo” se apaixonou por Hearthstone em julho de 2014. De lá pra cá o relacionamento ficou sério, eles decidiram morar juntos e hoje vivem felizes para sempre. Já chegou ao lenda e fez 12 wins na arena diversas vezes. Costumava dizer que para “zerar" Hearthstone só faltava ganhar do Rase… mas agora que já ganhou, só resta mesmo sonhar com o mundial (do Rase, claro).