Hearthstone

HS: Saiba o que foi conversado na Live dos Desenvolvedores

Fala galera! Quem tá antenado no que está acontecendo no Hearthstone soube que hoje teve uma stream com os desenvolvedores Ben Brode e Dean Ayala, falando sobre algumas possíveis mudanças para o futuro do jogo.

Experiência para novos jogadores

Mais jogadores poderão jogar contra a IA, as vezes no casual ou até na ranqueada.
Haverá um ajuste no pareamento para familiarizar os novos jogadores melhor com o jogo.

Ranqueada

Eles acreditam que o sistema atual funciona de forma bem clara, que é bem “grindy” especialmente com o reset mensal e que a duração mensal está ok. Uma mudança a curto prazo é ganhar mais estrelas no reset para fazer com que você não demore tanto para voltar para o lugar que estava, tirar os jogadores mais veteranos para além do rank 20 também pode ajudar os jogadores mais novos.

Eles também não querem desvalorizar o rank Lendário, então as mudanças na ranqueada que forem tomadas não podem inflar a contagem de jogadores no rank Lenda. Além disso explicaram que o bônus de estrela para no rank 5 porquê a equipe almeja que os que alcancem o Lenda, o façam de forma legítima, mas isso pode mudar. Além disso, informaram que terão uma reunião na quarta-feira para definir como resolver o problema na ranqueada.

Comunidade (Perguntas & Respostas)

Os desenvolvedores consideram criar uma Arena Padrão. Novas coleções serão mais importantes, reduzirá o número de cartas ruins, essa é a ideia para mudar o rumo da Arena. No início de Fevereiro eles estarão disponibilizando uma lista com o Top 100 na Arena. Os jogadores precisam ter feito mais de 30 Arenas e a lista será ordenada pela média de vitórias.
A Arena não deve ser igual ao constructed, mas não desejam que seja algo apenas pra jogar coisas na curvas. Eles também buscam implementar novas mudanças na Arena, mas estão esperando o momento propício para introduzi-las.

Ao invés de nerfar cartas Básicas ou Clássicas, eles acham que é interessante movê-las para o Modo Livre. Piratas estão mais presentes do que eles estão confortáveis, se isso não mudar, medidas serão tomadas para resolver esse problema. Paladinos e Caçadores serão mais presentes quando o Meta desacelerar. Reimpressões de cartas nerfadas podem acontecer, o que pode te levar a jogar com 4 cartas iguais no Livre.

Antes de Naxxramas, o Caçador era o mais jogado nos ranks menos competitivos, mas não era bom nos ranks com uma competitividade elevada. Então tentaram resolver criando cartas mais complicadas, que faziam com que jogadores ruins não a utilizassem corretamente. Eles acreditam que é ok criarem cartas engraçadas, mas que não tenham competitividade. Afinal um Meta saudável é determinado pelo que sente a comunidade, as estatísticas também são levadas em consideração.

Cartas como [Kun, o Rei Esquecido] são apreciadas pela equipe, porém há um cuidado maior no momento de testes, para que não seja excessivamente forte. [Aviana] e [Malygos] também foram exaustivamente testadas com o [Kun, o Rei Esquecido]. Eles acreditam que é bastante legal quando jogadores fazem decks com aberturas fortes (caso dos piratas). Mas é ainda mais legal quando outros jogadores tentam encontrar formas de combater esse deck sem a intervenção da equipe de desenvolvedores.

[Remendo, o Pirata] foi uma grande sacada da equipe de desenvolvedores na perspectiva deles, mesmo os Piratas vindo a ser fortes demais.

O Modo Padrão é duas vezes mais popular que o Livre, mas a equipe acredita que a popularidade do Livre tende a aumentar com a próxima rotação. Inclusive Ben Brode adoraria ver eventos no Modo Livre e acha que a Blizzard tem que promovê-los.

Recrutas Punho de Prata, Buffs e Curas é a identidade dos Paladinos, mais sinergias com Buffs serão planejadas.

Fonte: Hearthpwn

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.