Hearthstone

Boletim do Meta 43 – A Era dos Token

O meta nos ranks 5-1 é atualmente bem mais competitivo que o Lenda, onde os jogadores tendem a experimentar mais. O maior exemplo é o número de Ladinos no lenda. O número de Ladino Quest está anormalmente alto, isso se dá ao número de jogadores que estão testando depois de subir. Outro exemplo é que o Mago Exodia se sobressai no Lenda. Então iremos discutir mais o Meta dos ranks 5-1.

O Xamã Token continua a aumentar sua popularidade a cada semana e agora é o segundo arquétipo mais jogado no caminho para a Lenda. Se você está subindo, esse é um arquétipo que vale a pena tentar por ser forte contra o restante dos arquétipos. Os outros arquétipos da classe estão bem ausentes, onde só o Xamã Jade tem um nicho em torneios. Xamã Elemental quase não existe, é um deck jogável mas é difícil estar com ele quando se tem outras alternativas mais eficientes.

Druida permanece como a classe mais popular nos ranks mais altos de jogabilidade, porém, o que notamos foi que caiu um degrau. Druida Token é a escolha favorita para muitos jogadores por ser um deck rápido e tem matchups favoráveis contra outros decks rápidos, mas sua taxa de vitórias não é indicativo desse poder, ou seja, podemos assumir que o Druida Token está sendo atingido.

Enquanto os números no Lenda estão altos, o Ladino está declinando nos ranks 5-1. Mesmo o Ladino Quest sendo muito forte, é difícil encontrar um Meta favorável para ele. Existem muitos decks populares que o counteram. Miracle, contudo, está vendo um aumento na popularidade devido sua diversidade. Parece que os jogadores estão experimentando com o arquétipo.

Mago está em um lugar similar ao que esteve na semana passada, com uma mudança interna: a preferência em usar o Mago Segredos. Como o meta está diverso, o Mago Segredos tem uma matchup balanceada contra a grande maioria dos arquétipos, é uma ótima escolha caso não esteja tentando counterar nada específico. Mago Burn, apesar da queda, ainda é o preferido e o Mago Congelante tem uma presença de respeito que aumenta nos níveis mais altos de jogabilidade.

O Guerreiro continua sua trajetória declinante, com o Guerreiro Provocar tendo um aumento de jogabilidade no caminho pra Lenda, onde está infestado de Token. Paladino, similarmente ao Guerreiro, permanece estável com os três arquétipos tendo presença parecida, com maior uso de Paladino Murloc.

Uma classe que também viu acréscimo em sua jogabilidade além do Xamã, foi o Sacerdote. Alguns jogadores tiveram sucesso recentemente com variações de Miracle, Combo ou Controle.

Caçador permanece como a classe “free to play”, seus números caem drasticamente nos ranks mais altos. Esperamos um dia ter cartas ou mecânicas que possam ajudar na diversidade da jogabilidade. Não é uma classe morta, já que o Midrange é competitivo, mas é ofuscado quando comparado com as alternativas disponíveis. Quanto ao Bruxo, bem, voltaremos a lembrar dele na próxima expansão.

Os dados usados nesta analise são do site Vicious Syndicate. Foram 60 mil jogos analisados, sendo dois mil no Lenda, 15 mil entre os ranks 1-5 e 15 mil entre os ranks 6-10. Nos posts das classes você encontra o link para inserir o deck diretamente em seu jogo!

Veja abaixo o Mulligans e Decks para cada classe

Domingo passou a ser o dia de BOLETIM DO META. Segunda-feira é o dia da TIER LIST. Para os que gostam de CAMPEONATOS, na quarta-feira publicamos as listas dos que vão rolar durante a semana. Fora isso, artigos sobre Hearthstone e outros jogos saem diariamente no site! Não percam!

CLASSE Druida CLASSE Cacador CLASSE Mago

CLASSE Paladin0 CLASSE Sacerdote CLASSE Ladino

CLASSE Xama CLASSE Bruxo CLASSE Guerreiro

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.