TopDecks Wild 38 – Druida Token

O deck é muito conhecido e bastante popular. Devido sua grande taxa de vitória, muitos jogadores o utilizam. Tanto no padrão quanto no livre. O TopDecks Wild de Hearthstone hoje é sobre o selvagem Druida Token!

Mecênica do Druida Token

A grande quantidade de buffs em área que a classe tem, e a facilidade em encher a mesa, faz com que lacaios pequenos possam virar grandes ameças. Essa combinação devastadora faz com que o oponente tenha que ficar controlando sempre a mesa para não morrer de repente. 

Início de jogo

O começo de jogo é bem forte e é onde encontramos a maioria do deck. Como um dos objetivos desse deck é encher a mesa, é natural que haja vários lacaios de custo baixo. 

Corsário da Vela Sangrenta pode te ajuda a manter os lacaios vivos e ainda destruir a arma do oponente. Fada do Fogo gera mais tokens para jogar em campo. Marca do Lótus pode te ajudar a criar uma mesa bem forte cedo.

Porta-Esquilos tem status bons e que gera mais tokens. Raízes Vivas é uma carta versátil, que pode tanto encher a mesa, quanto remover alguma ameaça. Remendo, o Pirata é um lacaio muito rápido e que pode ajudar no povoamento da mesa. Toupeira Atroz é uma fera que tem status muito bons para o custo. Por ter bastante vida, é chato de remover no início do jogo. 

[Duida do Enxame] é uma lacaio que pode funcionar tanto como remoção, quanto defesa para seus outros lacaios. Já [Guardas da Estrada Onírica] evoca duas Dríades que são ótimas formas de controlar o campo inicial e ainda ajudam a encher a mesa. Poder da Selva é outra carta bem forte, tanto o buff que ela faqz, quanto o lacaio, são boas escolhas. Rastejante Assombrado é mais uma forma eficiente de ajudar a encher a mesa. 

Bênção dos Ancientes tem um custo elevado, porém, o fato de poder ser utilizado duas vezes é bem forte. Rugido Selvagem geralmente é utilizado como forma de finalizar o oponente ou para fazer trocas favoráveis. [Senhor Da Cripta] é uma carta defensiva bem forte, já que ele consegue ficar com muita vida bem rápido. 

Meio de jogo

Nessa parte do jogo não tem muitas cartas, porém, elas são bem fortes e ajudam de forma significativa no jogo. 

Bifurcação é uma carta que funciona para defender, ser ofensivo e ciclar o deck. Mana Vivo é uma carta bem forte e que consegue encher a mesa muito facilmente e em turnos mais tardios, sobra mana para jogar buffs. 

Dicas

Contra decks agressivos, você tenta criar uma mesa forte o mais rápido possível. Controlando a mesa, as chances de vitórias são bem grandes. Já que você vai buffando seus lacaios, cada vez fica mais complicado de lidar com eles. No mulligan é bom procurar cartas como: Corsário da Vela Sangrenta, Fada do Fogo, Toupeira Atroz, Marca do Lótus, Guarda da Estrada Onírica. Cartas que geram mais lacaios e que são complicados de remover inicialmente. 

Contra decks controle é importante ter um começo de jogo forte pra gerar pressão. Porém, tem que prestar atenção nos seus recursos e não sair gastando tudo, já que o oponente pode ter uma remoção e acabar com todos os lacaios. Fique atento às remoções em área e espere a oportunidade para poder destruir o oponente em um turno com vários buffs. Corsário da Vela Sangrenta, Fada do Fogo, Rastejante Assombrado, Raízes Vivas, Marca do Lótus são alguns exemplos de cartas para ter no início de jogo. É válido contra decks combos também. 

Deck

Corsário da Vela Sangrenta x 2
Fada do Fogo x 2
Marca do Lótus x 2
Porta-Esquilos
Raízes Vivas x 2
Remendo, o Pirata
Toupeira Atroz x 2
Druida do Enxame x 2
Guarda da Estrada Onírica x 2
Poder da Selva x 2
Rastejante Assombrado x 2
Bênção dos Ancientes x 2
Rugido Selvagem x 2
Senhor da Cripta x 2
Bifurcação x 2
Mana Vivo x 2

Custo: 4400

Código

AAEBAZICApG8As6UAw73A+YF5Qf1DegVzbsChsEC68ICm80CkdACntICi+UCw5QDypwDAA==

Jogo wild desde que lançou o modo. Tenho preferência pelos decks do tier zoeira, mas quando tem necessidade uso os do meta para avançar na ladder.