BGS,  Geradores de conteúdo,  lançamento,  personalidades

Ressaca BGS 2019

A BGS 2019 acabou e foi mais uma vez uma experiência incrível! Este ano resolvi fazer esse texto contando o que vi por lá, do que gostei (ou não).

Fui ao evento três dias este ano, na quarta, sábado e domingo. Final de semana estava insano, com feriado no sábado e comemoração de dia das crianças. O lugar estava lotado, dificultando um pouco conhecer as coisas em volta, mas ainda assim divertido! Acho que podia ter rolado algo mais voltado ao dia das crianças mesmo, mais ações centradas no tema seriam ótimas e populares entre os visitantes.

Jogos e suas empresas

Tirando isso, tem coisas para gostos diferentes. Para quem curte ver somente games, tinha alguns standes como o de Magic: The Gathering, que tinha instrutores para ensinar seus visitantes a jogarem, além de prêmios de decks iniciante ou pacotes com cards da nova coleção, entre outros brindes. O estande de Fortnite também foi muito visitado, atraiu até os players que não jogam o game. Isso se deve pela caracterização do estande, que fez do lugar um mapa versão real do jogo, e pelas atividades, que eram muitas. Quase me esqueci! A Nintendo também veio ao evento, fazendo os olhinhos de muitos nintendistas brilharem. No estande pudemos jogar alguns games e ganhar um poster deles, pra guardar na lembrança.

Coração da BGS

A parte de Arcade games tinha uma variedade absurda de estilos, para agradar muitos dos jogadores. Outro ponto incrível foi a avenida Indie. São tantas empresas novas e seus jogos, idéias, pessoas incrivelmente atenciosas. É o coração da feira. Vou explicar o motivo, entre tantos periféricos, lojas gigantescas, estandes de marcas já conhecidas, fica essa avenida, onde você tem a experiência de conhecer o pessoal que trabalha nesses novos jogos, saber como vão os projetos e desenvolvimento, e tudo isso ali, cara a cara com a equipe responsável. Este ano tinha uma votação para eleger o melhor jogo Indie para receber um prêmio.

Falando em prêmios, a competição em equipe BGS JAM, patrocinada pelo Banco do Brasil, premiou com estágio em estúdio de games e cartão pré-pago do banco com R$6 mil, a equipe vencedora. Foi interessante observar o trabalho deles no meio da feira, em uma sala com paredes transparentes, no estilo BBB (Big Brother Brasil).

Marcas gamers

Em relação às marcas presentes, foram várias, e com os mais diversos equipamentos novos, ou promoções, e tinham também marcas novas de produtos gamers que tinham um preço bem legal e que você podia testar pra ver se gostava. Me apaixonei pela cadeira EG-920 Heroes da marca Evolut, mas não foi dessa vez! Outra paixão foi o microfone Seiren Emoteda Razer, uma graça, além de ser maravilhoso, mas ainda não lançado no Brasil!

Nenhuma descrição de foto disponível.
cadeira EG-920 Heroes da marca Evolut
Razer traz microfone para Streamers com reação ao chat, Seiren Emote | BGS 2019
microfone Seiren Emoteda Razer

O que dizer do caminhão de fones de ouvido da Hyper X? Era lindo de se ver, e seu propósito pós BGS também é incrível: recrutar players pelo Brasil para o time de eSports Red Canids! Outro destaque foi a Taverna Medieval, perdi a conta de quantos me pararam na feira para saber onde comprar a bela garrafinha deles, com suas poções espetaculares!

Palestras, Show, Meet and Greet e afins

O show da banda Video Game Orchestra no sábado foi lindo. Não pude assistir inteiro, pois atrasou muito, mas a energia da banda do famoso Shota estava incrível e eles arrasaram! Domingo assisti alguns painéis, entre eles o do Howard Scott Warshaw criador do game ET, que foi super interessante. E, outro painel com Shota Nakama, que falou sobre sua banda, processo criativo para criar as músicas de jogos e um pouco sobre sua vida. Ah, e outro aspecto absolutamente incrível do evento: os cosplayers! Tem cada coisa linda e criativa, que enchem os olhos da gente! E mais um detalhe incrível, o stande do SBT, que para mim foi super inusitado e cheio das brincadeiras do canal de TV, ao vivo, pras pessoas se divertirem, além de um cenário lindo da vila do Chaves, pra tirar fotos, estão de parabéns também.

Vila do Chaves, no stand do SBT
Animados com o show da banda Video Game Orchestra
Howard Scott Warshaw criador do game ET
Streaming

E por fim as empresas de streaming. Gostei muito de ver este ano a Twitch abrir um espaço para os visitantes se divertirem no seu stand, estão de parabéns. O Youtube trouxe sessões com pessoas incríveis pra gente assistir, e participar com perguntas, pena que estava no canto da feira e alguns não viram. O Facebook também trouxe diversas iniciativas com o público e arrasou!

Da série o que faltou

Precisamos de mais bebedouros funcionando, afinal a água lá dentro é cara e nós precisamos nos hidratar; área de ‘sente aqui e relaxe um pouco’, pra galera não ficar sentando nos corredores e atrapalhando o fluxo da passagem; algumas novidades em standes maiores, eles costumam ir todos os anos e levam as “mesmas coisas”; faltou stande de alguns jogos que estão em foco, ou de empresas gamers que amamos, queríamos ver um espaço de vocês na feira!


Fôlego renovado após a BGS e a vontade de aumentar o foco do Mundo de Eluna está imensa. Vamos ver onde os ventos nos levam! Também participou da BGS? Conta pra gente o que você achou!

Escolho Druida em qualquer jogo, sem pensar duas vezes. Sou jornalista de formação e de coração, e descobri aqui, neste Mundo de Eluna, meu cantinho para desenvolver textos gamers e com outros assuntos que gosto. Peguei ranque legend em HS, já fiz 12 wins na arena, e continuo procurando raides no WOW quando dá tempo.