Hearthstone

Guia Sacerdote Dragão pós nerf

 

Fala galera! Mais um guia de decks do Meta na área, desta vez com um arquétipo antigo na história de Hearthstone, que veio se modificando e sobrevivendo às expansões que se seguiram, o Sacerdote Dragão, ou, também conhecido como Sacerdote “Spiteful Summoner”.

Os nerfs do último patch (10.2) também atingiram esse arquétipo, com as baixas da [Égua Esquelética] e [Rastejante do Corredor].

Mais uma vez o arquétipo se reinventou e provavelmente continuará forte, sendo uma boa alternativa de counter do Bruxo Cubo.

O deck leva esse nome alternativo, por causa do [Evocador Malevolente], que ganha o campo com as magias de custo alto e tem poder para colocar até um [Asa da Morte] de graça em campo.

 

Código
AAECAa0GApAH0OcCDgiNCPIMgrUCursC8LsC2cECysMCmcgCyssCzswCy+YC/OoC1+sCAA==

Mulligan

Contra decks agressivos

[Clériga da Vila Norte], [Ascendente Sombria], [Rastejante de Piche], [Quebranoite] e [Historiadora Eteródio].

A [Clériga da Vila Norte] é um mulligan não só para decks agressivos, mas para qualquer oponente. É um ótimo mecanismo de compra de cartas se enfrentar decks mais lentos, também troca com bastante valor a maioria dos lacaios de custo um agressivos. [Ascendente Sombria] é uma boa carta para vir acompanhada da [Clériga da Vila Norte], mas é ruim sozinha, então, das cartas citadas, é aquela com a prioridade mais baixa. [Rastejante de Piche] é essencial para frear o ímpeto inimigo, por ser de difícil remoção, geralmente leva dois lacaios, o que é uma troca ruim, ou ganha tempo, que é o que geralmente acontece. [Quebranoite] é o grande terror dos decks agressivos, mas sua ativação depende de um Dragão, geralmente [Quebranoite] decide partidas em favor do Sacerdote. Por fim e não menos importante, a [Historiadora Eteródio], vindo com o [Quebranoite], pode ajudar a ativá-lo, sendo importantíssima também contra decks mais lentos.

Contra decks Controle

[Clériga da Vila Norte], [Historiadora Eteródio], [Agente Draconídeo], [Draco do Crepúsculo], [Rizocristal Curioso] e [Evocador Malevolente].

Aqui, a [Clériga da Vila Norte] funciona para comprar cartas, e acaba sendo o alvo predileto da remoção. [Historiadora Eteródio] busca, na grande maioria das vezes, o [Agente Draconídeo]. Ele é importantíssimo, não só pelo corpo excelente, mas também pelo valor de seu efeito. Outra carta de excelente valor nesse tipo de partida, é [Draco do Crepúsculo], tem um corpo excelente para o custo e é de difícil remoção, se curvada. [Rizocristal Curioso] é uma excelente ferramenta de valor, pode trazer algo muito bom do deck inimigo. Por fim, temos o nome do arquétipo (mesmo que seja o nome alternativo), [Evocador Malevolente], que pode trazer um lacaio de custo oito ou dez junto com ele e definir uma partida prematuramente. Contra Bruxo, em específico, manter [Harrison Jones] é uma forma de responder a arma,  [Caveira dos Man’ari], e evitar de trazer Demônios e deixar o Sacerdote em uma posição desconfortável.

Estratégia

A estratégia do deck é diferente para cada tipo de arquétipo, contra decks agressivos, a meta é sobreviver com a vida mais alta possível e limpar a mesa adversária sempre que possível. [Quebranoite] é a grande estrela e os lacaios de custo baixo que procuram estabilizar a mesa, principalmente o [Rastejante de Piche].

Contra decks controle, o papel se inverte, e o Sacerdote Dragão passa a ser o agressor. Manter o adversário sempre em uma posição desconfortável e pressionado é a meta. [Agente Draconídeo], [Escamorte Cobalto] e [Evocador Malevolente] são os principais expoentes para esse tipo de partida. [Harrison Jones] pode responder as armas que o adversário pode usar, e a volta do [Arquivista-mor] pode trazer um lacaio de valor excelente para seu controle graças à sinergia com o [Controle Mental].

Substituições de Cartas

A maioria das cartas são essenciais, principalmente o [Evocador Malevolente], [Controle Mental], [Clériga da Vila Norte], [Agente Draconídeo] e [Quebranoite]. Porém, alguns slots são flexíveis, com o Meta reiniciando a tendência é que algumas cartas mudem, e que algumas techs sejam incluídas.

[Quebra-feitiço] – A tech preferida do Meta de Kobolds & Catacumbas pode ser auto incluída, caso o [Senhor do Caos] faça morada no meta. [Furta-canções do Kabal] é praticamente obrigatória.

[Dragoleta] – Caso esteja sentindo falta de Dragões, a [Dragoleta] é uma boa inclusão. Sseu efeito de não pode ser alvejada por feitiços lhe dá grande vantagem, porém ter apenas dois de vida faz com que [Bibliotecário Kobold] por exemplo, tenha uma excepcional troca.

[Príncipe Keleseth] – O turno dois do Sacerdote Dragão não é dos melhores. [Ascendente Sombria] e [Historiadora Eteródio], caso não tenha um drop um para a primeira carta, ou um Dragão para a segunda, mas elas têm status ruins, uma mudança visando mais o mid game, ou o late game, trazendo [Estátua de Obsidiana] por exemplo, é mais indicado.

[Grito Psíquico] – É um feitiço de custo alto que funciona muito bem com o [Evocador Malevolente], porém é péssimo em conjunto com o [Arquivista-mor], pode ser uma boa tech caso o Arquivista venha a sair do deck.

Não dá pra saber se o deck será forte no novo Meta, porém não se deve descartar a relevância que esse arquétipo pode ter como counter do possível novo tirano. Espero que tenham curtido mais esse artigo e divirtam-se.

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.