Hearthstone

Boletim do Meta 31 – Procurando Un’Goro

Já não é nenhuma novidade que todos aguardam a chegada da nova expansão, esperando que o jogo se renove e tenhamos mais decks funcionais no Meta. Estamos “Procurando Un’Goro”, que parece tão perto e ao mesmo tempo tão longe, para quem anda apanhando para os Piratas na ladder.

Guerreiro Pirata continua subindo em popularidade. A medida que o fim da temporada se aproxima, mais competitiva a ranqueada fica, e os jogadores se inclinam a jogar com os decks mais fortes. Guerreiro Pirata se estabeleceu como o deck dominante no Meta com uma performance interessante contra o restante nas últimas semanas. Os outros arquétipos da classe encolheram, sendo o Guerreiro Dragão forte, mas à margem do seu primo agressivo.

Xamã viu um aumento e ultrapassou o Druida, como a segunda classe mais popular. A coisa mais interessante é que no rank Lendário, o Xamã Agressivo fez um grande retorno e já é mais popular que o Midrange Jade. O indicador é que o Xamã Agressivo teve mudanças significativas que começaram a aparecer nos ranks altos e deve encontrar os ranks mais baixos com o tempo.

Druida começou a encolher um pouco. A classe começa uma curva descendente com o Jade, não estando habilitado a lidar com a agressividade do Meta. Druida sofre para encontrar boas partidas e a winrate diminui sua consistência e a expectativa é que com o final do mês o Meta se tornará ainda mais punitivo.

Ladino vem entrando em declínio já a algum tempo. Sua queda é atribuída ao fato do Miracle ter caído, com menos Druida Jade e com mais Guerreiro Pirata, o arquétipo sofre para encontrar boas partidas. O Ladino Murloc permanece estável, e em um lugar bom no Meta.

Bruxo viu uma ligeira subida na jogabilidade, com o Bruxo Reno vindo a ser mais popular também no rank lendário. Muitos jogadores estão tendo sucesso com o arquétipo, com ajustes sendo feitos para melhorar a performance neste Meta.

Sacerdote mantém uma presença respeitável, mas o Sacerdote Dragão continua negligenciado nos ranks mais altos. Isso acontece por termos muitos Guerreiro Pirata e Bruxo Reno, duas partidas ruins para a classe. Sacerdote não consegue techs efetivas contra eles sem perder performance contra os outros, para o arquétipo subir no Meta, um dos dois precisa cair.

Mago continua a cair. Mago Reno ainda sofre com o peso do Druida Jade e também com o Sacerdote Dragão. Mago Tempo não é um deck ruim, mas é o pior dos agressivos, o que não o coloca em boa posição.

Paladino e Caçador encontraram um bar e estão tomando seus drinks ao som de Reginaldo Rossi lembrando quando eram os amados do Meta. O Mundo de Eluna constantemente recebe visitas deles, em seus smarthphones, consultando as novidades de Un’Goro, com a esperança de que eles voltem ao Meta. Clique aqui e acompanhe as cartas já divulgadas de” Jornada a Un’Goro”.

Os dados usados nesta analise são do site Vicious Syndicate. Foram 67 mil jogos analisados, sendo 7 mil no rank lendário, 26 mil entre os ranks 1-5 e 15 mil entre os ranks 6-10.

Veja abaixo o Mulligans e Decks para cada classe

Lembrem-se, Segunda-feira é dia de BOLETIM DO META na Terça-feira sai a TIER LIST. Para os que gostam de CAMPEONATOS, na quarta-feira publicamos as listas dos que vão rolar durante a semana. E sexta-feira é dia de relaxar com o Café com Blizz, onde contamos as histórias dos personagens e lugares de Hearthstone, cada semana uma novidade!

CLASSE Druida CLASSE Cacador CLASSE Mago

CLASSE Paladin0 CLASSE Sacerdote CLASSE Ladino

CLASSE Xama CLASSE Bruxo CLASSE Guerreiro

O cara que tende a ser trollado pelo RNG, mas tenta não reclamar disso. Gosta tanto de Hearthstone que não tem apenas um heroi preferido, têm todos.