Jogos e Culinária: A Cozinha Fantástica da Nat + Poção de Kazakus

Quantas vezes, enquanto jogávamos Hearthstone, não tivemos vontade de comer ou beber esses quitutes como o bolo de fubá do Camelô da Cidade Baixa ou bolinho de chuva do Vendedor de Salgadinho? A Cozinha Fantástica da Nat começou seu canal no Youtube pra fazer receitas do universo de fantasia!

 

Natália Carvalho tem 24 anos, é de Ipatinga, Minas Gerais. Formada em jornalismo, ela vai voltar pra sala de aula para estudar Gastronomia, mas diz que tem que sobrar um tempo pros jogos! Em Hearthstone sua classe favorita é Ladino, e em World of Warcraft ela luta pela Aliança. Sempre gostou muito de assistir programas de culinária, mas resolveu se aventurar após ganhar um presente!

Confira abaixo a entrevista que fizemos com a Nat e sua Cozinha Fantástica!

MdE: De onde surgiu essa ideia de você começar a fazer essas receitas de jogos?

Nat: Eu e meu namorado jogamos World of Warcraft, foi ele que me apresentou o jogo, inclusive. No meu aniversário ele me presenteou com o livro de receitas oficial do jogo, “World of Warcraft: The Official Cookbook”, e pensamos que poderia ser legal fazer as receitas de jogos, animes, do universo de fantasia em geral.

MdE: Você sempre gostou de cozinhar ou começou quando você ganhou o livro?

Nat: Na verdade, é recente. Em 2016 sofri um acidente, tive que fazer três cirurgias, fisioterapias e outros tratamentos e foi aí que comecei a cozinhar para me distrair e isso se tornou um hobby. Daí eu comecei a pegar muito gosto e virou isso daí!

MdE: Quem são suas maiores inspirações na culinária?

Nat: Eu gosto muito do Henrique Fogaça, até vou fazer um curso dele. Também tem Alex Atala, Helena Rizzo (que conheci ela a pouco tempo e estou encantada), Leonardo Paixão, que tive a oportunidade de comer no restaurante dele (Glouton), e de conhece-lo, ele é super simpático! A melhor comida que eu já comi na minha vida toda, com certeza! Sonho com o salmão defumado até hoje.

Você é fã de programas de culinária?

Nat: Eu sempre gostei muito de assistir, mas nunca tentava fazer nada. O canal que eu mais gosto é o Food Network. Sempre que eu ligo a TV, vou direto nele. Os meus programas favoritos são o Masterchef, Shokugeki no Souma (mesmo sendo um anime, ele já me ensinou tanta coisa!), SOS Restaurante e Pequenos Confeiteiros (fico encantada com a criatividade das crianças!).

MdE: Você já serviu algum prato do livro de World of Warcraft pra alguém, apresentando com o nome original? Qual foi a reação?

Nat: Já! (Risos) A melhor mesmo foi a Asa de Morcego Crocante, que é o petisco da Cidade Baixa. Eu servi pra minha mãe e ela olhou meio desconfiada… tive que insistir “Pode comer, mãe!”.

É legal também quando você serve pra alguém que joga o jogo! Ano passado eu fiz um curso e um menino viu meu caderno de World of Warcraft e perguntou se eu jogava. No outro dia eu perguntei se ele já tinha comido Brownie de Dalaran e ele ficou confuso e eu repeti “Brownie de Dalaran, de Warcraft” e ele disse que não e levei pra ele experimentar, ele ficou sem acreditar.

MdE: Qual a maior dificuldade na hora de fazer as receitas?

Nat: O livro que eu sigo é todo em inglês e tem ingredientes que não tem aqui no Brasil e quando tem são muito caros.  

MdE: Tem alguma receita que você já viu no livro de Warcraft e quer muito fazer, mas ela é muito difícil?

Nat: Eu to seguindo o livro, que é dividido em Aprendiz, Expert e Master. A receita que eu mais quero fazer é a Rylak Claws (Garras de Rylak), que é um pãozinho em formato de pata de dragão.

MdE: E na perspectiva de jogadora de World of Warcraft, você reparava nas comidas e bebidas no jogo e ficava pensando como seria fazer ou consumir aquilo pessoalmente?

Nat: Sim! Eu sempre reparei. Queria sempre comer os bolinhos e beber as bebidas.

DESAFIO

Desafiamos a Nat a fazer uma Poção de Kazakus e dessa vez ela não vai pode recorrer ao livro de Warcraft, já que o Kazakus é um personagem original de Hearthstone! Confira o resultado:

Encontre a Nat e sua Cozinha Fantástica!

BLOG 
YOUTUBE
TWITTER
FACEBOOK
INSTAGRAM

Administrador da Taverna das Divas, a maior comunidade LGBT+ de Hearthstone, professor de inglês e streamer. Gosto de duquesas e de docinho.